sábado, 18 de abril de 2015

Lembrança



Então um filme se passa na minha cabeça
Uma epopeia trágica que continua mesmo depois de as cortinas se fecharem
Um romance de final faça você mesmo em sua mente

Um laço que se desenlaça lentamente
Enquanto amarra engenhosamente as minhas mãos
Enquanto envolve silenciosamente o meu pescoço

Uma onda diferente de todas as outras
Que me joga no mar à deriva
Que me tira o fôlego enquanto me traz de volta à superfície
Que ainda me pede em seguida para organizar a minha vida

O amor é um amigo invisível que faz rir, mas com o qual não se pode brincar
É um novo nascer para ser finalmente alguém
É um deixar de existir em egoísmo para ir além

O amor é uma chuva forte no deserto
É calor na tarde mais triste e fria de domingo
O amor é uma força que não se pode controlar e que é difícil de esquecer
O amor é o afago mais violento que uma pessoa pode receber


2 comentários: